Pular para o conteúdo principal

Sofás e pets: 07 tecidos indicados para quem tem pet em casa

 


Quem é tutor de pet sabe: dificilmente os móveis da casa passam ilesos por eles. Arranhões, rasgos, mordidas… Alguma marca eles deixam.

Uma das principais causas para a destruição dos móveis envolve a parte emocional dos animais. Quando eles estão ansiosos, estressados ou entediados, arranhar ou morder objetos funcionam como formas de aliviar a tensão. Outro causa é o acúmulo de energia, principalmente quando os pets são filhotes.

Para resolver essas questões, é importante que os tutores reservem um tempo todos os dias para brincar com o animalzinho e levá-lo para passear, o que vai ajudar a aliviar a tensão e gastar energia. Caso precise passar longos períodos fora de casa, espalhe brinquedos específicos para os pets pela casa, para que eles possam se distrair.

No caso dos felinos, eles têm a necessidade natural de afiar as unhas, por questões de saúde, por diversão ou para demarcar território. Caso não haja um objeto específico para isso, eles acabam afinando as unhas em qualquer coisa que veem pela frente, principalmente nos móveis estofados.

Felizmente, existem diversas opções de arranhadores para gato no mercado pet. Escolha as opções feitas de sisal, que são mais resistentes e ótimos para afiar as unhas dos gatinhos. Caso queira improvisar, você pode colocar caixas de papelão no chão de casa. Eles adoram!

Mas além, de entender e conhecer a personalidadedo seu bichinho, você também pode buscar outras soluções para preservar os móveis, o sofá é um deles.

As opções tradicionais de tecidos impermeáveis e mais resistentes são o couro e as lonas. Há também o suede e a sarja, que costumam resistir às patinhas e unhas dos cães e gatos.

Porém, já é possível encontrar sofás e tecidos especialmente desenvolvidos para casas com pets. São revestimentos tecnológicos fáceis de limpar, que não retêm odores, contam com proteção antibacteriana e são mais resistentes a rasgos.

Há ainda tecidos de polipropileno ou mistos com esse derivado do plástico, que absorvem muito menos umidade, o que facilita a limpeza, e inibem a proliferação de ácaros. Veja outras opções a seguir:

Couro natural e sintético
Resistente a odores, não absorve muita sujeira e tem fácil limpeza, o que o torna ideal para quem tem cachorro e gatos - desde que os felinos tenham um arranhador. Para os pelos, basta usar aspirador de pó. Para outras sujeiras, um pano úmido com um pouco de sabão neutro deve resolver.

Suede
Com alta resistência, toque macio e aveludado, o tecido suede lembra a camurça e tem se tornando cada vez mais utilizado para estofamento de sofás e poltronas. Para quem tem gatos em casa, esse tipo é excelente, pois não puxa fio, ou seja, ele não desfia. Além disso, ele é fácil de limpar e é resistente à umidade.

Acquablock
Para quem procura um tecido impermeável, a solução é estofar os móveis com o acquablock. Esse tipo de tecido é impermeável, muito resistente e repele a presença de ácaros e fungos, o que aumenta a vida útil do tecido. Além dessas vantagens, ele também é fácil de limpar. 

Linho sintético
O linho sintético é confeccionado com fibras naturais, por isso ele é altamente lavável, antialérgico e mais difícil de desfiar. Ele está disponível em três tipos de textura: fino, intermediário e grosso.

Lona 100% algodão
Outro tecido para quem tem animal de estimação em casa é a lona 100% algodão, bastante resistente e que pode ser usada para estofar sofá, poltronas e afins. Por causa da trama grossa, esse tecido diminui as chances de deixar manchas e odor no móvel

Tecido náutico
Muito utilizado para estofar bancos de barcos e lanchas, os tecidos náuticos passaram também a estofar móveis domésticos, principalmente os da área externa. Ele é resistente ao sol e a água, o que facilita a limpeza, evitando manchas e odores. Além disso, o tecido náutico é resistente e dificilmente vai desfiar com as patinhas dos pets.

Sarja
Com um preço acessível no mercado e bom custo-benefício, ele é fácil de limpar e não retém umidade. Por ter as tramas fechadas, a sarja é mais difícil de ser desfiada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Locador e locatário acertando as contas com o leão

O Imposto de Renda sobre aluguel é um tema que costuma gerar dúvidas e até erros na hora da declaração. É preciso ter muita atenção, pois a informação errada ou faltante pode causar sérios problemas, levando o contribuinte a cair na malha fina. Os aluguéis devem ser obrigatoriamente informados na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) de ajuste anual com base no valor dos aluguéis recebidos, que são refletidos nos informes de rendimentos fornecidos pela imobiliária no contrato de locação. O locador que  recebeu aluguel mensal no limite da isenção do Imposto de Renda também deve declarar. Isso é necessário porque esses valores serão contabilizados na renda total para calcular o valor de uma possível restituição. O pagamento do tributo é de responsabilidade do locador, quando o locatário for pessoa física. É importante que você esteja atento. Já que este ano a regra do Imposto de Renda estabelece que apenas o valor líquido do aluguel será tributado. Despesas como IPTU (Impo

IGP-M fecha o mês de Junho em queda

O IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado), também conhecido como a inflação do aluguel, desacelerou e teve alta de 0,60% em Junho, segundo dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas). Esta foi a menor alta desde maio de 2020, quando o IGP-M teve variação de 0,28%. Se compararmos a maio de 2021, quando o índice subiu 4,10%, a desaceleração fica mais evidente.   Em 12 meses o índice acumula variação de 35,75%, segundo a FGV a baixa era prevista e aconteceu devido à combinação da valorização do real e o recuo dos preços dos commodities (minério de ferro, milho e soja), que são negociados em dólar. Se o seu contrato sofre reajuste em julho, essa é uma boa notícia, já que a queda do IGP-M terá efeito nos contratos com vencimento neste mês. Como funciona um reajuste de aluguel? De acordo com a Lei do Inquilinato (Lei 8.245/91), é permitido reajustar o valor do aluguel uma vez por ano, tanto para imóveis residenciais, quanto para comerciais. Esta atualização do valor acontece como um m

Maior loja da LEGO na América Latina é inaugurada em Moema

  O bairro de Moema foi o escolhido pelo Grupo Mcassab, da LEGO, para dar sequência ao acelerado plano de expansão das lojas LEGO no Brasil. É nele que foi inaugurada recentemente a maior loja da marca da América Latina, que por sua vez também é a primeira unidade de rua autorizada no Brasil. A loja conta mix de itens exclusivos, a famosa modalidade para compra de peças avulsas escolhendo entre dois tamanhos de copos para encher e a opção de montagem de kit personalizado de Minifiguras onde os consumidores poderão escolher as cabeças, cabelos corpos e montar com os acessórios de sua preferência. “Nós estamos muito felizes em inaugurar a 13ª loja LEGO no Brasil, deixando a marca ainda mais perto do consumidor e desta vez com um formato inédito, a primeira loja LEGO de rua no Brasil, e por se tratar da maior da América Latina, o projeto demandou o mais alto nível de planejamento e execução. Cada detalhe foi calculado e implementado para oferecer a excelência e a mesma experiência encon