Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2021

Moema: qualidade de vida, bem-estar e praticidade no mesmo lugar

  Quando a gente procura um novo lar, alguns aspectos são essenciais para nossa escolha. Localização, mobilidade, qualidade de vida e fácil acesso ao comércio são características que, normalmente, estão no topo da lista. Pensando assim, é muito simples entender porquê Moema sempre aparece como um dos melhores bairros de São Paulo. Os moradores têm uma vasta gama de opções gastronômicas, ruas arborizadas, fácil acesso para as principais vias da cidade, duas linhas de metrô, ciclovia, shopping e renomadas lojas de rua e o Parque Ibirapuera, que oferece lazer, atividade física e passeios culturais... Tudo isso, sem precisar se deslocar muito. Fica evidente como o bem-estar está presente no dia a dia de quem mora e frequenta Moema. Os serviços chamados essenciais também são uma das marcas registradas e quem gosta de uma caminhada consegue circular com facilidade, já que o bairro é linear e tem pouquíssimas subidas ou ruas íngremes. Tudo está perto: escolas e centros

10 plantas ideais para cultivar em apartamentos

Em meio a diversos hábitos e mudanças que aconteceram durante o lockdown, na pandemia, o cultivo de plantas foi um dos que mais ganhou adeptos. Além de um motivo para se distrair, as plantas se tornaram um item essencial em muitos lares. De diferentes cores, formas e tamanhos, elas dão um charme a qualquer ambiente e oferecem muitos benefícios, alguns deles: purificar o ar, auxiliar na redução do estresse e ansiedade, são umidificadores naturais, reduzem crises alérgicas. O cultivo delas em apartamento requer cuidados especiais. Atenção à luminosidade, exposição ao sol, frequência da irrigação são alguns deles.  Listamos 10 plantas para você que mora em apartamento e gosta de ter um ‘verdinho’ por perto, confira: Lança de São Jorge As hastes pontudas e compridas dão o nome a essa planta. Guerreira até nas condições mais intensas, ela é resistente ao clima seco dos ambientes com ar-condicionado, aos períodos longos de estiagem e à falta ou excesso de luminosidade. Por ser vertical

Usufruto do imóvel: entenda o que é e como funciona

  Você, com certeza, já ouviu falar em usufruto do imóvel e normalmente este é um assunto que ainda gera dúvidas. Direito do morador, dos herdeiros, possibilidade de aluguel do local... Diversos questionamentos surgem. No texto de hoje, iremos esclarecer todos eles. O que é usufruto? O usufruto de imóvel é uma forma de repassar um patrimônio para alguém, seja parente ou não. Ele garante que aquele que cede a propriedade possa continuar utilizando-a até data marcada ou sua morte. Assim, o usufrutuário não pode ser despejado a menos que cláusulas do registro não sejam cumpridas. Assim, medidas judiciais podem ser tomadas para resolver a situação. O nu-proprietário é a pessoa que passará a deter todos os direitos sobre a propriedade. Esses direitos podem ser definidos em cláusulas ou estarem descritos no testamento.   Essa última opção evita conflitos na hora do inventário. Como fazer a doação com usufruto Inicialmente, é necessário avaliar a possibilidade da doação. Para evit

Mais uma queda! IGP-M desacelera em Agosto

  Após a alta do mês de julho, o IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), utilizado como referência para o reajuste dos contratos de aluguel de imóveis, teve queda em agosto, assim como aconteceu em junho. Ele desacelerou a 0,66%, contra a variação de 0,78% no mês anterior. Apesar disso, o índice acumula alta de 31,12% em 12 meses e de 16,75% desde o início de 2021. Em agosto de 2020 o índice havia subido 2,74% e acumulava alta de 13,02% em 12 meses. Os dados foram divulgados pela FGV (Fundação Getulio Vargas), que é a responsável pelo IGP-M. Segundo a Fundação, os aumentos nos preços de produtos agrícolas, como o milho   -que passou de queda de 4,58% em julho para alta de 10,97% em agosto - e o café- passou de 0,04% para 20,98% - e na conta de luz (alta de 3,26%) impediram uma desaceleração maior do IGP-M. Reajuste pelo IPCA O alto crescimento do IGP-M, ao longo dos anos, já gerou muitos questionamentos. Uma das sugestões seria trocá-lo pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumid