Pular para o conteúdo principal

IPTU 2022: desconto, isenção e tudo que você precisa saber para ficar em dia



Na última segunda-feira, dia 24, os moradores da cidade de São Paulo começaram a receber os boletos referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

O prazo máximo para quitar o imposto, varia de acordo com a data limite de recebimento dos boletos que, de acordo com a prefeitura e os Correios, chegarão até o dia18/02. 

O que é IPTU?
O imposto é voltado para propriedades com construções no meio urbano, é cobrado anualmente de todos os proprietários de casas, prédios e estabelecimentos comerciais. Terrenos não são tributados sobre ele. 

O IPTU incide sobre a propriedade, então o contribuinte deve arcar com o imposto sobre a propriedade em seu nome, cada imóvel possui um valor específico.

Junto com outros impostos, ele serve para custear a máquina pública. Ou seja, eles formam um caixa único e são direcionados percentualmente para cada um dos setores da administração pública, conforme prevê a legislação tributária. 

Reajuste até 2024

De acordo com a nova base de valores sancionada pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) em 2021, a despesa deve ficar ainda mais cara. As mudanças aprovadas preveem que, até 2024, o reajuste será feito com base na inflação com um limite de 10% para a correção. 

Como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), que é a medida oficial da inflação no Brasil, acumulou avanço de 10,06% em 2021, o reajuste deste ano chegará ao teto previsto. 

Corrida pelo desconto

Se você não perde a oportunidade de um desconto, aproveite! É possível diminuir o valor do IPTU em cota única durante o mês de fevereiro. Nesse caso, o contribuinte garante um desconto de 3% sobre o valor total do imposto. 

O prazo máximo para quitar a soma varia de acordo com a data limite de recebimento dos boletos. 

Já para quem não conta com essa possibilidade, o tributo também pode ser pago em dez vezes. As parcelas deverão ser quitadas entre fevereiro e novembro deste ano. 

Isenção total ou parcial

Alguns paulistanos podem ter isenção total ou parcial do tributo. A possibilidade está disponível para aposentados, pensionistas, beneficiários de renda mensal vitalícia pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) ou pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), desde que cumpram os seguintes requisitos: 

  • Ter apenas um imóvel no município;
  • Utilizar o seu único imóvel como residência;
  • Ter rendimento mensal que não ultrapasse três salários mínimos para isenção total;
  • Ter rendimento mensal entre três e cinco salários mínimos para isenção parcial;
  • O imóvel deve fazer parte do patrimônio da pessoa solicitante;
  • O valor venal do imóvel deve ser de até R$ 1.507.616,00. 

Como pedir a isenção?

O pedido de isenção deve ser feito até o último dia do ano para o qual o cidadão quer o benefício. A solicitação pode ser feita pela internet ou de forma presencial mediante agendamento. 

  • Pela internet, o primeiro passo é cadastrar um login e senha no site da Prefeitura de São Paulo;
  • Em seguida, o interessado deve acessar o Sistema de Isenção de IPTU para Aposentados (SIIA);
  • No SIIA, deverá ser preenchido um formulário com informações sobre a renda e sobre o imóvel; A prefeitura disponibiliza um manual com o passo a passo para o preenchimento;
  • A situação do pedido pode ser acompanhada pelo mesmo site.  

Comentários

  1. O imóvel onde resido com minha esposa está na declaração do imposto de renda dela e na prefeitura esta em meu nome.

    Ela é aposentada com 1 salário mínimo. Eu também aposentado com 4,1 salários mínimos.

    Pergunto: Ela pode pedir a isenção em nome dela com renda de 1 salário mínimo, sendo que o cadastro do imóvel na prefeitura esta em meu nome?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Locador e locatário acertando as contas com o leão

O Imposto de Renda sobre aluguel é um tema que costuma gerar dúvidas e até erros na hora da declaração. É preciso ter muita atenção, pois a informação errada ou faltante pode causar sérios problemas, levando o contribuinte a cair na malha fina. Os aluguéis devem ser obrigatoriamente informados na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) de ajuste anual com base no valor dos aluguéis recebidos, que são refletidos nos informes de rendimentos fornecidos pela imobiliária no contrato de locação. O locador que  recebeu aluguel mensal no limite da isenção do Imposto de Renda também deve declarar. Isso é necessário porque esses valores serão contabilizados na renda total para calcular o valor de uma possível restituição. O pagamento do tributo é de responsabilidade do locador, quando o locatário for pessoa física. É importante que você esteja atento. Já que este ano a regra do Imposto de Renda estabelece que apenas o valor líquido do aluguel será tributado. Despesas como IPTU (Impo

Maior loja da LEGO na América Latina é inaugurada em Moema

  O bairro de Moema foi o escolhido pelo Grupo Mcassab, da LEGO, para dar sequência ao acelerado plano de expansão das lojas LEGO no Brasil. É nele que foi inaugurada recentemente a maior loja da marca da América Latina, que por sua vez também é a primeira unidade de rua autorizada no Brasil. A loja conta mix de itens exclusivos, a famosa modalidade para compra de peças avulsas escolhendo entre dois tamanhos de copos para encher e a opção de montagem de kit personalizado de Minifiguras onde os consumidores poderão escolher as cabeças, cabelos corpos e montar com os acessórios de sua preferência. “Nós estamos muito felizes em inaugurar a 13ª loja LEGO no Brasil, deixando a marca ainda mais perto do consumidor e desta vez com um formato inédito, a primeira loja LEGO de rua no Brasil, e por se tratar da maior da América Latina, o projeto demandou o mais alto nível de planejamento e execução. Cada detalhe foi calculado e implementado para oferecer a excelência e a mesma experiência encon

05 dicas de decoração com tendências para todos os estilos

A pandemia mudou a rotina e a vida de muita gente. Os lares desempenharam um papel fundamental de refúgio, aconchego e fortaleza. Mas passar muito tempo dentro de casa também foi uma oportunidade para perceber o que dava para melhorar, como reorganizar os cômodos ou como mudar tudo de lugar, de cor... Seja para fazer uma reforma ou mudança, diversas pessoas optaram por novos ares. E neste ano, essa busca por um novo olhar para a casa continua. A decoração e a composição dos ambientes, tudo leva para uma tendência de decoração que permita um lar mais aconchegante e funcional. Saiba o que é tendência e como o seu lar pode ganhar uma cara nova, de acordo com o seu estilo. Ambientes integrados Eles não são novidade, mas compõem uma tendência que ganha mais adeptos a cada ano. Garantindo mais funcionalidade e dinamismo para o seu lar. A grande vantagem de casas ou apartamentos com ambientes integrados está na melhor circulação pelos espaços, quebrando as barreiras visuais e passando a