Pular para o conteúdo principal

Vaga de garagem em condomínios – Tudo que você precisa saber

 


Na convivência em condomínio, muitos assuntos geram polêmicas e desacordos. As regras sobre o uso da garagem não são exceções. Isso porque esse é um espaço que ainda representa muitas dúvidas quanto aos direitos e deveres dos condôminos. Questões como “a quem pertence a vaga de garagem?” ou “posso alugar a minha vaga de garagem?” surgem com frequência. Por isso, é fundamental conhecer todas as regulamentações desse espaço.

Pra começar, é importante que você conheça a convenção condominial do seu prédio. As regras devem estar claras e acessíveis para todos os moradores.

Em relação à garagem, é comum que este documento aborde:

- Normas de segurança;
- Carros de visitantes;
- Possibilidade ou não de locação e venda de vagas;
- Punição por estacionamento em local indevido;
- Datas e horários para realização de mudanças;
- Multas e advertências por uso indevido.

Apesar do regimento interno, o nosso código civil também possui algumas regulamentações importantes que precisam ser conhecidas. Ele divide as vagas de garagem em três tipos:

Vagas autônomas: possuem matrícula própria em um Cartório de Registro de Imóveis. Isso significa que ela é privativa e propriedade individual do morador, representando uma fração do condomínio.

Vaga vinculada: essa não possui matrícula própria, mas ainda é considerada propriedade individual e privativa do condômino. Contudo, essa vaga de garagem de prédio não é vinculada à matrícula da unidade.

Vaga comum: essa é a vaga que faz parte da área comum e não é propriedade privada de nenhum morador. Seu uso vai ser determinado pelos regimentos internos do condomínio e todo morador tem direito de uso.

Em relação às vagas de estacionamento prioritárias, não existe artigo do Código Civil que as tornem obrigatórias em condomínios. No entanto, é aconselhável que o condomínio ofereça vagas para portadores de deficiências ou com mobilidade reduzida, além das especiais para idosos.

Por isso, antes de comprar ou alugar um apartamento é importante saber o tipo de vaga que será disponibilizada para você.

Se a convenção condominial permitir, os moradores podem sublocar as vagas para pessoas do mesmo prédio ou pessoas de fora, esta é uma prática legal, segundo a lei. O mesmo acontece com a venda das mesmas, tudo vai depender das regras internas.

Para quem não tem carro ou moto, o aluguel da garagem como renda extra pode ser uma boa opção. O valor cobrado é calculado de acordo com a região onde o prédio está localizado e, também, com base no valor mensal dos estacionamentos ao redor.

Como todas as questões que fazem parte do dia a dia da vida em condomínios, com as vagas de garagem não é diferente. O bom senso e a tolerância devem vir em primeiro lugar, é fundamental que você saiba todas as regras, para saber o momento certo de reivindicar os seus direito e como deve praticar os seus deveres.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Locador e locatário acertando as contas com o leão

O Imposto de Renda sobre aluguel é um tema que costuma gerar dúvidas e até erros na hora da declaração. É preciso ter muita atenção, pois a informação errada ou faltante pode causar sérios problemas, levando o contribuinte a cair na malha fina. Os aluguéis devem ser obrigatoriamente informados na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) de ajuste anual com base no valor dos aluguéis recebidos, que são refletidos nos informes de rendimentos fornecidos pela imobiliária no contrato de locação. O locador que  recebeu aluguel mensal no limite da isenção do Imposto de Renda também deve declarar. Isso é necessário porque esses valores serão contabilizados na renda total para calcular o valor de uma possível restituição. O pagamento do tributo é de responsabilidade do locador, quando o locatário for pessoa física. É importante que você esteja atento. Já que este ano a regra do Imposto de Renda estabelece que apenas o valor líquido do aluguel será tributado. Despesas como IPTU (Impo

Maior loja da LEGO na América Latina é inaugurada em Moema

  O bairro de Moema foi o escolhido pelo Grupo Mcassab, da LEGO, para dar sequência ao acelerado plano de expansão das lojas LEGO no Brasil. É nele que foi inaugurada recentemente a maior loja da marca da América Latina, que por sua vez também é a primeira unidade de rua autorizada no Brasil. A loja conta mix de itens exclusivos, a famosa modalidade para compra de peças avulsas escolhendo entre dois tamanhos de copos para encher e a opção de montagem de kit personalizado de Minifiguras onde os consumidores poderão escolher as cabeças, cabelos corpos e montar com os acessórios de sua preferência. “Nós estamos muito felizes em inaugurar a 13ª loja LEGO no Brasil, deixando a marca ainda mais perto do consumidor e desta vez com um formato inédito, a primeira loja LEGO de rua no Brasil, e por se tratar da maior da América Latina, o projeto demandou o mais alto nível de planejamento e execução. Cada detalhe foi calculado e implementado para oferecer a excelência e a mesma experiência encon

05 dicas de decoração com tendências para todos os estilos

A pandemia mudou a rotina e a vida de muita gente. Os lares desempenharam um papel fundamental de refúgio, aconchego e fortaleza. Mas passar muito tempo dentro de casa também foi uma oportunidade para perceber o que dava para melhorar, como reorganizar os cômodos ou como mudar tudo de lugar, de cor... Seja para fazer uma reforma ou mudança, diversas pessoas optaram por novos ares. E neste ano, essa busca por um novo olhar para a casa continua. A decoração e a composição dos ambientes, tudo leva para uma tendência de decoração que permita um lar mais aconchegante e funcional. Saiba o que é tendência e como o seu lar pode ganhar uma cara nova, de acordo com o seu estilo. Ambientes integrados Eles não são novidade, mas compõem uma tendência que ganha mais adeptos a cada ano. Garantindo mais funcionalidade e dinamismo para o seu lar. A grande vantagem de casas ou apartamentos com ambientes integrados está na melhor circulação pelos espaços, quebrando as barreiras visuais e passando a