Pular para o conteúdo principal

Reparos e instalações: Saiba as ferramentas que não podem faltar na sua casa


Se algo quebrar na sua casa e precisar de um conserto rápido, um kit básico de ferramentas pode ajudar bastante! Isso porque, nem todo reparo doméstico ou atividade decorativa precisam ser feitos por profissionais.


A troca de uma resistência do chuveiro, a instalação de prateleiras, a colocação de quadros e cortinas são tarefas que, por exemplo, demandam apenas os instrumentos específicos e algumas habilidades manuais. E se surgir alguma dúvida, o YouTube pode ser o seu melhor amigo (depois dessas ferramentas, claro)!

Alicate universal: versatilidade total

Uma das ferramentas que todo mundo deve ter em casa para reparos de emergência mais funcionais e versáteis é, sem dúvida , o alicate universal. Ele serve tanto para fazer cortes, quanto para entortar pontas, segurar, prender, puxar, enrolar e executar diversas funções.

Dica: Ao comprar um alicate universal, é importante que o instrumento tenha o cabo com isolamento elétrico, garra firme e gume de corte bem resistente.

Chave inglesa: para girar porcas e parafusos

Outra ferramenta que todo mundo deve ter em casa para reparos de emergência é a chave inglesa. Ideal para pequenos reparos domésticos, essa chave serve para firmar parafusos e porcas. Inventada em 1842, essa ferramenta de ajuste pode ser encontrada em diferentes tamanhos.

Trena: aliada na decoração de interiores

Quando se trata de design de interiores, é melhor não confiar no “olhômetro”. Para comprar móveis do tamanho adequado, bem como, para centralizar cortinas e outros objetos decorativos, a trena é essencial. Ela serve para medir os espaços e ter noção exata das dimensões dos cômodos. Essa é uma ferramentas que todo mundo deve ter em casa para reparos de emergência, pois vez ou outra você vai precisar dela.

Martelo: a ferramenta básica das básicas

O martelo também não pode ficar de fora da nossa lista de ferramentas que todo mundo deve ter em casa para reparos de emergência, até porque, esse item  é extremamente útil para colocar ou remover pregos. Vale ressaltar que existem diferentes modelos de martelo, dentre eles, o martelo unha, o martelo bola, a marreta, o martelo de borracha, o martelo pena e o martelo funileiro.

Chave de fenda: pequena, leve e funcional

A chave de fenda é uma ferramenta usada para entrar nas fendas de parafusos para girá-los com a finalidade afrouxá-los ou apertá-los. Há de se ressaltar que os cabos das chaves de fenda normalmente são de plástico ou de acrílico. Quanto à ponta da chave, ela é chata e estreita.

Outras chaves que devem compor sua mala de ferramentas são as Chave Philips, Chave Posidriv, Chave Torx, Chave Allen, Chave Spanner e Chave Torq-Set.

Fita isolante e veda rosca

Instalar um chuveiro elétrico pode ser impossível sem essas duas fitas, essenciais em qualquer tipo de manutenção elétrica e hidráulica, respectivamente. A fita isolante protege circuitos elétricos, evitando acidentes. Já a fita veda rosca evita pequenos vazamentos.

Furadeira: a rainha das ferramentas elétricas

A furadeira também é um dos itens básicos que se deve ter na maleta de ferramentas. Essencial na manutenção doméstica, a furadeira é extremamente útil na hora de fixar objetos na parede, montar móveis e até mesmo apertar parafusos frouxos. Esse aparelho serve para perfurar diferentes superfícies, como alvenaria, concreto, madeira e pedra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MJ Imóveis 34 anos: legado, credibilidade e inovação no mercado imobiliário

Tempo de leitura: 3,5 minutos Transformar sonhos em realidade, desde 1986 este é o principal objetivo da MJ Imóveis, colaborar para que os clientes encontrem o lar que procuram.  Atuando há 34 anos em Moema a imobiliária, um negócio familiar, já realizou o sonho de milhares de pessoas. Por meio de muito trabalho, conhecimento e constante evolução, a empresa consolidou sua marca no bairro e atualmente é reconhecida pela habilidade em conciliar um atendimento personalizado ao know-how estratégico do mercado imobiliário, seja na compra e venda, locação ou administração de imóveis. Ao longo desses anos, além de se consolidar no setor, a imobiliária conseguiu criar uma relação de solidez e confiança com seus clientes – muitos deles parceiros desde o início do negócio.  Para a sócia-fundadora Maria José Malandrino o principal diferencial da MJ Imóveis é o relacionamento com o cliente. “Sempre prezamos pelas necessidades que nos trazem e auxiliamos no que for necessário. Queremos que a experi

6 atributos que fazem de Moema o bairro ideal

Tempo de leitura: 2,5 minutos Restaurantes renomados, diversidade de estabelecimentos comerciais, lazer e qualidade de vida. Parece difícil imaginar que tudo isso seja característica de um mesmo bairro em São Paulo, mas Moema é versátil e consegue oferecer aos moradores e visitantes diversas opções com a sofisticação de um bairro nobre e o bem estar de cidade do interior. - Localização Situado no centro-sul de São Paulo, o bairro nobre tem localização privilegiada e fácil acesso, seja de carro, ônibus, metrô ou bicicleta. A linha 5 Lilás do Metrô, faz conexão com com outras linhas: 1 Azul e 2 Verde. A Avenida Ibirapuera conta com um amplo corredor de ônibus que, atende as mais diversas áreas da cidade.  - Lazer e cultura Um dos primeiros bairros planejados da cidade e com planejamento urbano bem estruturado, Moema tem as ruas arborizadas e uma ampla área verde. Está ao lado do Parque do Ibirapuera, um dos principais da cidade, que conta com a Bienal, a Oca, o Museu de Arte Moderna (MAM

Locador e locatário acertando as contas com o leão

O Imposto de Renda sobre aluguel é um tema que costuma gerar dúvidas e até erros na hora da declaração. É preciso ter muita atenção, pois a informação errada ou faltante pode causar sérios problemas, levando o contribuinte a cair na malha fina. Os aluguéis devem ser obrigatoriamente informados na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) de ajuste anual com base no valor dos aluguéis recebidos, que são refletidos nos informes de rendimentos fornecidos pela imobiliária no contrato de locação. O locador que  recebeu aluguel mensal no limite da isenção do Imposto de Renda também deve declarar. Isso é necessário porque esses valores serão contabilizados na renda total para calcular o valor de uma possível restituição. O pagamento do tributo é de responsabilidade do locador, quando o locatário for pessoa física. É importante que você esteja atento. Já que este ano a regra do Imposto de Renda estabelece que apenas o valor líquido do aluguel será tributado. Despesas como IPTU (Impo